Patacala

Minha foto
O estudo como um todo me transformou num ser mais cult..., o quartel deu-me algum caráter, algo de austeridade, e bastante disciplina...A vida me transforma, ainda hoje, num ser mais responsável e feliz... Tenho que pôr para fora a historiografia do espaço que me cerca...por mim, por todos que me cercam, pelos alunos e pelos meus amados descendentes... Quem sou eu, afinal? Sou auditor, mestre, pesquisador, flamenguista e carioca....um tanto quanto crazy....mas impondo pitadas de juízo e seriedade, e retirando um outro tanto de rock´n roll, atesta-se experimentalmente, probabilisticamente e aprioristicamente que eu sou normal...
Reencontrar e lidar com um mundo de transliteração cerebral....passar e absorver opiniões...dialogar e transformar o abastrato em concreto...idéias...conhecimento...admiração...deve bastar até o fim dos meus dias...

Viajar é preciso....













--------------------------------------------------------------















domingo, 15 de agosto de 2010

A incrível sensibilidade do ser humano

Sensibilidade -capacidade de sentir.

Propriedade de reação dos organismos aos estímulos externos ou internos: sensibilidade cutânea; sensibilidade moral. Percepção aguda.Tendência, disposição a ser dominado pelas impressões, sentimentos, emoções; impressionabilidade, suscetibilidade.
Talvez o ser humano ainda seja capaz de encontrar sensibilidade no semelhante....quem sabe a inveja ou o egoísmo traiam sentimento dão indolente...
O que preciso dizer é que pra mim sentir é respirar...acho que meu sexto-sentido não é tão aguçado, mas me dá um toque mágico...
O pior talvez seja ter sensibilidade aguçada e ser reconhecido como macho, homem no sentido mais tosco da palavra, aquele que foi criado para ser insensível...isso destrói...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não pare para pensar, o tempo é precioso! Comente!