Patacala

Minha foto
O estudo como um todo me transformou num ser mais cult..., o quartel deu-me algum caráter, algo de austeridade, e bastante disciplina...A vida me transforma, ainda hoje, num ser mais responsável e feliz... Tenho que pôr para fora a historiografia do espaço que me cerca...por mim, por todos que me cercam, pelos alunos e pelos meus amados descendentes... Quem sou eu, afinal? Sou auditor, mestre, pesquisador, flamenguista e carioca....um tanto quanto crazy....mas impondo pitadas de juízo e seriedade, e retirando um outro tanto de rock´n roll, atesta-se experimentalmente, probabilisticamente e aprioristicamente que eu sou normal...
Reencontrar e lidar com um mundo de transliteração cerebral....passar e absorver opiniões...dialogar e transformar o abastrato em concreto...idéias...conhecimento...admiração...deve bastar até o fim dos meus dias...

Viajar é preciso....













--------------------------------------------------------------















sábado, 10 de setembro de 2011

Rock in Rio 1991 - A Minha História

O Verão de 1991 foi intenso....nos meus 14 anos de idade, colecionador de Revistas Bizz que era, conhecia a fundo o momento musical brasileiro e mundial....tinha acabado de pirar no cine Art- Madureira ao ver a Biografia dos The Doors , de Oliver Stone e sabia de antemão que participar do Rock in Rio era algo mais do que histórico....era parte de minha essência e formação pessoal e musical...

Pois bem, chegou o verão e durante todo Janeiro eu comprava todos os jornais diariamente e recortava as reportagens sobre as Bandas, Programação, Preparativos....

Bobinho, achei que meu pedido simples aos meus pais seria atendido...de início sinceramente não foi, pois além de não sermos "abastados", eu tinha apenas 14 anos....só eu achava que era velho....hoje percebo minha tenra idade naquele momento...começou o festival, noites viradas vendo as bandas na TV e nada de perspectiva de ir...pois bem....

Chorei...passei dias inteiros chorando, implorando...fazendo de tudo, até que meus velhos e saudosos pais, a fim de se verem livres daquela ladainha, retiraram do pouco que tinham e fizeram a vontade do Temporão...

Dona Janete tirou da "despesa" e falou: " - Fajardo, dá um jeito logo nisso, vai ao Maraca comprar dois ingressos para vc levar essa peste ao Rock In Rio, senão essa choradeira não vai parar"

Lembro disso como se vc hoje....rsss....sorrindo de saudade dos meus velhos!!!

No dia 26 de janeiro, um sábado, muito bem escolhido (Com Capital Inicial, A-há, Information Society, Debbie Gibson, Paulo Ricardo e Happy Mondays cheios de extâse) fomos eu Seu Fajardo para o Maraca....

Com direito a camisa, copão, lanche e dois LP de vinil comprado lá dentro (um do INXS e outro do DEE LITE, ícones daquele festival) me acabei mandando todo mundo TOMAR no CÚ, junto a mais de 200.000 pessoa, ao som de RUN do Information Society....

Meu papis tomando goró numa barraquinha lá dentro, me aguardando...fomos chegar em casa às 04:00 hs da Matina...

Graças da Deus, obrigado Senhor pelos Pais que me deste!

Eu estava neste show abaixo:




Rock In Rio 1991 - A História

Graças ao sucesso da primeira edição, o Rock in Rio era um dos eventos mais esperados do fim da década de 80. Em 1991, a espera acabou. Desta vez, o evento aconteceu no Estádio do Marcanã, que foi adaptado para receber o palco e o público no gramado – além de ter suas arquibancadas ocupadas, somando mais de 700 mil pessoas. O Palco tinha 85m de frente por 25m de profundidade, e era ladeado por duas telas de 9m de altura por 7m de comprimento.
Quase 500 faróis de avião iluminavam um palco gigantesco, que contagiava o público e fazia o maior estádio do mundo tremer ao som de Joe Cocker, Prince, Faith no More e muitos outros. Veja nas fotos e vídeos como foi!
Artistas Internacionais: A-HA, Billy Idol, Colin Hay, Debbie Gibson, Dee-Lite, Faith No More, George Michael, Guns N’Roses, Happy Monday, Information Society, INXS, Joe Cocker, Judas Priest, Lisa Stansfield, Megadeth, New Kids on the Block, Prince, Queensryche, RUN DMC, Santana e SNAP.
Artistas Brasileiros: Alceu Valença, Capital Inicial, Ed Motta, Elba Ramalho, Engenheiros do Hawaii, Gal Costa, Gilberto Gil, Hanói Hanói, Inimigos do Rei, Laura Finokiaro, Leo Jaime, Lobão, Moraes & Pepeu, Nenhum de Nós, Orquestra Sinfônica, Paulo Ricardo, Roupa Nova, Sepultura, Serguei, Supla, Titãs, Vid e Sangue Azul.

Rock In Rio 1985....Lista das Bandas, Dias e Público

11 de janeiro de 1985

300 mil pessoas

Queen
Iron Maiden
Whitesnake
Baby Consuelo e Pepeu Gomes
Erasmo Carlos
Ney Matogrosso

12 de janeiro de 1985

250 mil pessoas[carece de fontes?]

George Benson
James Taylor
Al Jarreau
Gilberto Gil
Elba Ramalho
Ivan Lins
13 de janeiro de 1985

90 mil pessoas[carece de fontes?]

Rod Stewart
Go Go's
Nina Hagen
Blitz
Lulu Santos
Os Paralamas do Sucesso
14 de janeiro de 1985

30 mil pessoas[carece de fontes?]

James Taylor
George Benson
Alceu Valença
Moraes Moreira
15 de janeiro de 1985

50 mil pessoas[carece de fontes?]

AC/DC
Scorpions
Barão Vermelho
Eduardo Dusek
Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens
16 de janeiro de 1985

40 mil pessoas[carece de fontes?]

Rod Stewart
Ozzy Osbourne
Rita Lee
Moraes Moreira
Os Paralamas do Sucesso
17 de janeiro de 1985

20 mil pessoas[carece de fontes?]

Yes
Al Jarreau
Elba Ramalho
Alceu Valença
18 de janeiro de 1985

250 mil pessoas[carece de fontes?]

Queen
Go Go's
The B-52's
Lulu Santos
Eduardo Dusek
Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens
19 de janeiro de 1985

250 mil pessoas[carece de fontes?]

AC/DC
Scorpions
Ozzy Osbourne
Whitesnake
Baby Consuelo e Pepeu Gomes
20 de janeiro de 1985

200 mil pessoas[carece de fontes?]

Yes
The B-52's
Nina Hagen
Blitz
Gilberto Gil
Barão Vermelho
Erasmo Carlos

Rock In Rio 1985...dessa eu também lembro! Whitesnake...


Rock In Rio 1985 - Minhas Histórias

O Rock in Rio I, em 1985, foi sensacional...

Naquela época o Brasil era muito outro, acabávamos de nos libertar da infâmia da ditatura militar e neguinho estava com os nervos à flor da péle...principalmente os jovens....No mundo, era o Boom do Rock And Roll que estava ocorrendo, aliado ao Rock Progressivo...No Brasil, o Rock anos 80 estava vibrando, com várias bandas jovens, das quais o Legião Urbana foi a ausência mais sentido naquele idílico verão...

Eu tinha apenas 9 anos, e fiquei vidrado na televisão, assistindo o Nelsinho Motta enlouquecido apresentando Queen, Whitesnake, Nina Hagen, Barão e Blitz.... a banda que eu fiquei vidrado mesmo, assim com a Aline, foi o B´52´s, com suas cantoras com penteados à lá Bolo de Noiva


O mais maneiro de tudo era que no final de semana daquele Rock In Rio eu passei na casa de minha irmã Ana, que morava na época em Jacarepaguá, mais precisamente na Freguesia, onde moro hoje...pertinho da Barra e de onde eu podia ver os holofotes e escutar o som das bandas...é um bairro bucólico e arborizado.....guardo essa sensação até hoje quando passo na rua Ituverava...

Legal Tender....Demais!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Partida Histórica

Todo mundo está comentando

Em cada esquina, em cada escritório, na academia ou na repartição

Mengão Sem Freio 5 x Santos 4

Seremos Hepta?
Isso é história...SPA...RJ




sábado, 23 de julho de 2011

Lindona...parece uma moça! Abertura dos V Jogos Mundiais Militares!


27 Anos... Uma Idade Mítica?

Hendrix, Janis, Jim Morrison (The Doors), Sid Vicious (Sex Pistols), Pete Freitas (Echo & The Bunnyman), Kurt Cobain (Nirvana) e Amy Winehouse

O comum entre estas famosas e saudosas pessoas, além do talento, do rock na veia e da forma escancarada e sem devaneios de curtir a vida, é a idade da partida para a outra vida...

Todas, no auge da fama, com dinheiro e tudo que ele trás, incluindo falsos amigos e psicotrópicos hábeis, a conduzí-los às portas da percepção sensorial, partiram com seus 27 anos de idade...

Eu mesmo pirei aos 27 anos...é uma idade complicada, e a liberdade sem precedentes, o dinheiro e a fronteira entre a maturidade e a responsabilidade é de difícil gestão....aos 27 anos abandonei tudo, família e propriedade, produzi algumas tatoos, retomei o surf como esporte abandonado desde meus 15 anos e comprei uma bateria, que toco até hoje com muito prazer...

Voltei

E a volta me deu muito mais coisas e recuperei outras mais valiosas ainda...

É, 27 anos é sim, uma mítica idade...


sexta-feira, 22 de julho de 2011

Tranquilidade

Corrida na Pista Cláudio Coutinho em plena sexta de manhã é show de tranquilidade bom pra começar o diaaaa


Saudades de minha esposinhaaa

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Two Lovers

Gostei muito do filme....é um drama.
Drama é drama! As cenas são um pouco densas, cheia de detalhes psicologicos interessantes! Nem sempre os dramas tem cenas agitadas, ou agressivas, justamente pelo fato que existe algo diferente a ser mostrado ali, além de entretenimento. Determinados sentimentos/conflitos são explorados nesse filme. Depressao/superação/dependencia emocional/falta de identidade, e etc...
Recomendo....

terça-feira, 5 de julho de 2011

A Audiência sobre Gestão Eletrônica de Documentos

Auditório Jk - PGR - MPU - DF

A audiência foi mais um seminário que qq outra coisa
resumiu-se q três pontos principais
1) Utilização de ferramentas de GED
- MB e RF - gestão de documentos eletrônicos
- STJ e TCU - e- process, mais conhecido como gestão de processos eletrônicos
com destaque para o e-TCU, amplo e com várias funcionalidades aplicadas a atividade fim
2) Benefícios
- economia de escala (case ECT com economia de 3 mi em 3 anos)
- transparência - com CGU e ONG Contas Abertas
3) Auditoria
- CGU e o caso dos municípios de até 50 mil hab
- IAA BRasil e suas boas práticas trazidas do exterior

-

Roda Viva e MPB4


Uma Breve História do Mundo

Ao ler o livro
Associei deliciosamente situações que me parecem tão marcantes
Os répteis dominavam a terra, a 210 milhões de anos
O homem, como conhecemos, povoa a terra a apenas 20 mil anos
O Brasil é a África e vice-versa
Os sumérios foram a primeira cidade estado a mais de 6000 anos
O papel, com qual trabalho, já tem 5000 anos de uso
Os brasileiros de verdade vieram da Ásia, pelo Alasca, a mais de 6000 anos
A Muralha da China levou 500 anos para ser terminada
O que é nossa vida? um sopro de poeira no espaço sideral
Será que existiremos daqui a 5000 anos?



Brasília -DF

Blue eyes, Grey Sky, God Bless....silent and happiness

Não sei o que é...acho que é o verde, as pastagens...não o verde puro, mas a mistura com barro vermelho...não gosto daqui...
Mas sinto já ter vivido aqui....uma péssima idéia, mas é o planalto central....
Parte mais antiga do Brasil, geomorfologicamente falando
Quem sabe não fui índio
Quem sabe animal
Quem sabe não fui hippie
Quem sabe, candangal
Difícil descrever ao olhar o horizonte e o cheiro de terra....
Mas, continuo não gostando da idéia....
Racionalmente falando, continuo não gostando daqui.

sábado, 2 de julho de 2011

Menos um Presidente - A história vira mais uma página

 O senador e ex-presidente Itamar Franco (PPS-MG) morreu às 10h15m deste sábado, aos 81 anos, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 21 de maio, com leucemia. Na última semana, seu estado de saúde piorou - com o diagnóstico de pneumonia grave - e ele foi transferido para a UTI. Desde ontem, respirava por aparelhos e, na madrugada de hoje, sofreu um AVC e entrou em coma. As duas filhas do ex-presidente, Georgiana e Fabiana, estavam no hospital no momento da morte. O corpo de Itamar será transferido na manhã de domingo para Juiz de Fora, para ser velado na Câmara Municipal. Seguirá depois para Belo Horizonte, onde haverá mais um velório, no Palácio da Liberdade, na segunda-feira. Por desejo do senador, o corpo será cremado em Contagem.
A presidente Dilma decretou luto oficial de sete dias. A presidente ofereceu o Palácio do Planalto para o velório, mas a família preferiu realizar a cerimônia fúnebre em Minas Gerais. O governador mineiro, Antonio Anastasia, também decretou luto oficial de sete dias.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/06/29/morre-senador-ex-presidente-itamar-franco-aos-81-anos-924793359.asp#ixzz1R072e1ve
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Introdução à Administração

1)      Origem das Empresas

Empresas existem pois todos precisamos de bens e serviços para viver e são as organizações as responsáveis por produzir esses bens e serviços. Portanto as organizações existem para atender às necessidades e desejos da sociedade e do mercado.


Sobre a origem das Organizações Coelho (2004) diz que:

Na Antigüidade, roupas e víveres eram produzidos na própria casa, para os seus moradores; apenas os excedentes eventuais eram trocados entre vizinhos ou na praça.[...] Alguns povos da Antigüidade, como os fenícios, destacaram-se intensificando as trocas e, com isto, estimularam a produção de bens destinados especificamente à venda. Esta atividade de fins econômicos, o comércio, expandiu-se com extraordinário vigor.
(COELHO, 2004, p. 5).

Nem sempre houve a necessidade de ser juntar pessoas e recursos a fim de produzir bens ou serviços para atender a sociedade. Contudo, nos tempos contemporâneos, as organizações ganharam complexidade e volume, de acordo com as seguintes características:

- As organizações estão expandindo e melhorando a cada dia, impulsionadas pela alta competitividade e exigência da sociedade.
- As organizações existem para servir às necessidades e desejos das pessoas.
- Essas entidades são planejadas, organizadas, dirigidas e controladas por Administradores, por meio da Administração e é na organização que o Administrador nasce e se desenvolve.

É importante destacar a diferença entre Organização e Estrutura Organizacional.

* a união de pessoas, idéias, ideologias, e recursos para atingir objetivos.

* forma como essa organização será racionalizada, seus métodos e estruturação para agir.

O primeiro é o conceito desenvolvido por Cury (2000) a partir da união de conceitos de autores diversos: “[...] a organização é um sistema planejado de esforço cooperativo no qual cada participante tem um papel definido a desempenhar e deveres e tarefas a executar”. (CURY, 2000, p. 116).

O segundo conceito vem de Meireles e Paixão (2003). Relacionando a idéia de estrutura complexa de Gareth Morgan, à idéia de artefato de Herbert Simon, Meireles e Paixão chegaram ao seguinte conceito:

[...] a organização é um artefato que pode ser abordado como um conjunto articulado de pessoas, métodos e recursos materiais, projetado para um dado fim e balizado por um conjunto de imperativos determinantes (crenças, valores, culturas etc.).
(MEIRELES, 2003, p. 46).

A tarefa de planejar, apesar de ser algo do nosso cotidiano, não é uma das tarefas mais fáceis. O ato de planejar consiste em definir aquilo que será feito, como e quando será executado. O que você vai precisar planejar nos próximos dias? Se ainda não sabe como fazer, tente responder as cinco questões básicas:

Quem? Como? Com quê? O quê? Por quê?
O “quem” é o humanware – conjunto de pessoas requeridas pelo artefato.
O “como” é o software – tecnologia procedimental, a maneira de fazer as coisas.
O “com o quê” é o hardware – conjunto de recursos materiais (incluindo financeiros): equipamentos, máquinas, valores escriturais, créditos e valores.
O “o quê” é o foco – alvo de toda ação administrativa desenvolvida no interior do artefato.
O “por quê” são os imperativos determinantes – fonte da ação humana administrativa: apetites, sentimentos, interesses, atitudes, hábitos, cultura, crenças, valores, princípios


2) Classificação das Organizações


Três critérios:

a)      Flexibilidade

A Organização pode ser definida segundo sua capacidade de ser mais ou menos flexível. Organizações menos flexíveis tendem ao estilo de organização burocrática. Organizações mais flexíveis tendem ao estilo de organização adhocrática

b)     Complexidade

Complexidade não significa necessariamente tamanho, uma grande empresa pode ser menos complexa que uma pequena empresa. Complexidade está ligada aos processos internos da organização, sua estrutura e à forma com que ela age.

Cury (2003) divide as empresas em três tipos segundo sua complexidade:
  • Empresa de 1º tipo, isto é, empresa tradicional, de tecnologia simples, de produção rotineira, de ambiente estável, mecanicista, com ênfase em suas próprias atividades;
  • Empresa do 2º tipo, isto é, empresa um pouco mais complexa, tanto no que diz respeito à tecnologia utilizada quanto no que se refere ao cenário de produção, não tão programável, de ambiente de certa complexidade, com ênfase no indivíduo, procurando motivá-lo no trabalho, portanto organiza;
  • Empresa do 3º tipo, isto é, empresa de tecnologia de ponta, às vezes nova, de ambiente de alta incerteza, turbulento, de alta interdependência entre suas diversificadas áreas, com ênfase grupal, buscando a mobilização da força de trabalho, induzindo a uma abordagem adhocrática e contingencial, com estruturas predominantemente temporárias.(CURY, 2003, p. 131).


c) Evolução Histórica
O Mundo hoje requer organizações mais complexas, pois elas devem acompanhar a sua alta complexidade e volatilidade, porém as empresas devem procurar a melhor maneira de se organizar e que lhe trará os melhores resultados, seja ela do 1º, 2º ou 3º tipo.

Através da linha do tempo as organizações se estruturaram de maneiras diferentes, adequadas a cada momento histórico que vivenciaram.

Existem três modelagens das organizações em busca de efetividade: Tradicional, Moderna e Contemporânea,


Critérios e conceitos para classificação de empresas segundo o capital e o trabalho

Os critérios que classificam o tamanho de uma empresa constituem um importante fator de apoio às micro e pequenas empresas, permitindo que estabelecimentos dentro dos limites instituídos possam usufruir os benefícios e incentivos previstos nas legislações. No Estatuto de 1999, o critério adotado para conceituar micro e pequena empresa é a receita bruta anual. Além do critério adotado no Estatuto, o Sebrae utiliza ainda o conceito de funcionários nas empresas.

Os critérios que classificam o tamanho de uma empresa constituem um importante fator de apoio às micro e pequenas empresas, permitindo que estabelecimentos dentro dos limites instituídos possam usufruir os benefícios e incentivos previstos nas legislações.

No Estatuto da Micro e Pequena Empresa, de 1999, o critério adotado para conceituar micro e pequena empresa é a receita bruta anual, cujos valores foram atualizados pelo Decreto nº 5.028/2004, de 31 de março de 2004, são os seguintes:

- Microempresa: receita bruta anual igual ou inferior a R$ 433.755,14 (quatrocentos e trinta e três mil, setecentos e cinqüenta e cinco reais e quatorze centavos);

- Empresa de Pequeno Porte: receita bruta anual superior a R$ 433.755,14 e igual ou inferior a R$ 2.133.222,00 (dois milhões, cento e trinta e três mil, duzentos e vinte e dois reais).

Atualmente, esses critérios são adotados em diversos programas de crédito do governo federal em apoio às MPE.

É importante ressaltar que o regime simplificado de tributação - SIMPLES, que é uma lei de cunho estritamente tributário, adota um critério diferente para enquadrar micro e pequena empresa. Os limites, conforme disposto na Medida Provisória 275/05, são:

- Microempresa: receita bruta anual igual ou inferior a R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais);

- Empresa de Pequeno Porte: receita bruta anual superior a R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) e igual ou inferior a R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais).

Cada estado brasileiro possui uma variadade de conceitos critérios para classificar as micro e pequenas empresas, de acordo com a sua situação econômica e fiscal própria.

Os maiores limites de enquadramento são definidos por SP, RS, PR e BA, que adotaram R$ 2.400.000,00 de receita bruta anual. Os municípios carecem de leis nesse sentido, sendo muito poucos aqueles que contemplam o segmento da MPE com legislações própria de fomento.

Além do critério adotado no Estatuto da Micro e Pequena Empresa, o Sebrae utiliza ainda o conceito de número de funcionários nas empresas, principalmente nos estudos e levantamentos sobre a presença da micro e pequena empresa na economia brasileira, conforme os seguintes números:

- Microempresa:

I) na indústria e construção: até 19 funcionários
II) no comércio e serviços, até 09 funcionários.

- Pequena empresa:

I) na indústria e construção: de 20 a 99 funcionários
II) no comércio e serviços, de 10 a 49 funcionários.

Nos levantamentos que têm como fonte de dados o IBGE, as estatísticas sobre micro e pequenas empresas divulgadas pelo Sebrae utilizam o critério acima. Nos levantamentos dos censos e pesquisas sócio-econômicas anuais e mensais o IBGE classifica as firmas segundo as faixas de pessoal ocupado total.

O conceito de "pessoas ocupadas” em uma empresa abrange não somente os empregados, mas também os proprietários. Essa é uma forma de se dispor de informações sobre o expressivo número de micro unidades empresariais que não empregam trabalhadores, mas funcionam como importante fator de geração de renda para seus proprietários.


Funções da Administração
Para Henry Fayol, teórico e estudioso da Administração, as cinco funções da administração são:
  1. Planejar
  2. Organizar
  3. Comandar
  4. Coordenar
  5. Controlar
Por questão de comodidade e utilizando-se de releituras feitas por autores da atualidade, iremos adotar apenas quatro funções: planejar, organizar, dirigir e controlar. Desta forma as funções Comandar e Coordenar tornam-se a tarefa de Dirigir.
  1. Planejar
  2. Organizar
  3. Dirigir
  4. Controlar
Apenas para preservar o conteúdo da obra original, a tarefa de comandar é originalmente definida como o ato de orientar e dirigir o pessoal, hoje é denominado direção. Já a tarefa de coordenar é originalmente definida como ato de ligar, unir, harmonizar todos os esforços da empresa em torno de seu objetivo, é hoje denominado execução.
Organizar é uma tarefa interessante, consiste basicamente na divisão do trabalho e na atribuição de tarefas. Para saber como fazer basta olhar mais profundamente para sua equipe de trabalho, saber quais são as qualidades e defeitos de cada um. Isso lhe ajudará saber se aquele membro da equipe será capaz de executar a tarefa. Divida as tarefas mantendo aquelas que são semelhantes ou complementares juntas. Em seguida, atribua esse grupo de tarefas àquele membro da equipe que tiver mais facilidade de desempenhá-la.
O ato de dirigir significa orientar como fazer. Sempre encontramos situações inéditas, mesmo para tarefas do nosso cotidiano. O administrador não pode atribuir tarefas sem dar condições do membro da equipe desempenhá-la. Pode ser que você não domine determinada tecnologia ou assunto, mas é necessário orientar como você quer que o produto final fique. Tenha paciência com seu subordinado, apenas dirigindo-o da maneira adequada ele conseguirá entender o que deseja, e poderá, assim, fazer a tarefa da forma esperada.
Uma parte que muitos negligenciam é o Controle das tarefas. É muito fácil, planejar, fazer executar, obter resultados e não controlá-los durante o processo de execução. Quando eles são positivos, maravilha! Todos ficam alegres. Mas quando o resultado é negativo, logo surgem vários culpados.
É tarefa do administrador controlar os resultados durante todo o processo para saber se as metas e os objetivos estão sendo obtidos como esperado. Se o administrador deixar essa tarefa para o final, não terá mais tempo para reverter a situação. E depois do fracasso, não adianta mais reclamar.


sábado, 11 de junho de 2011

Marcelo Rubens Paiva - Não és tu, Brasil

Nelena e seu primo:

- Seu beijo é diferente.
- Assim que se beija.
- Onde aprendeu tudo isso?
- Num filme, Adoro cinema.Adoro NAdar,a doro olhar o rio. Adoro andar por aí, falar com estranhos, adoro filas, andar de ônibus, correr atrás de pássaros, atirar pedras em frutas maduras, colher flores. adoro espirrar, tossir, até ficar com febre, naquele quentinho, moleza. Adoro cozinhar, pendurar coisas, chuva, sol, frio, carnaval. Adoro quem chega e quem vai Adoro dormir, mas nunca sonhei. Todo mundo fala, conta sonho quando acorda, não sei o que é isso.Queria tanto sonhar...

sábado, 28 de maio de 2011

Escapei

Passei mal
Muito mal
Que esquisito
Saber que sou mais mortal
Que jovem
Preciso me preocupar mais comigo
A necessidade de  me sentir vivo
Tem que me impulsionar
Ver e fazer as meninas crescerem
Saudades delas
Saudades da Aline
Nostalgia não alimenta a alma
Machuca, dor sentida
Espero que nunca mais sinta isso...Obrigado Amigos do Plano Astral
A oportunidade bateu à minha porta...

Um ano depois - Let me take you down...

Um ano após o início
Que balanços posso fazer?
Encontro-me mais aculturado
Menos narcisista
Um tanto quanto egoísta
Muito saudosista
Nostálgico ao extremo
Ainda melódico
Quase musicista
Menos baterista, talvez pela distância
Mais confuso
Menos intenso
Tipicamente balzaquiano
Sofrendo o calor humano
Criando e pesquisando
Gerundiando menos
Fazendo mais
Advérbios parteados
O amor me faz
Como as pedras que choram sozinhas
No mesmo lugar

terça-feira, 17 de maio de 2011

Woody Allen e Amelie Poulain

Ele cresceu ouvindo Los Hermanos. Ela cresceu achando Los Hermanos um negócio bem chato. Os dois se conheceram em uma boate, se apaixonaram e namoram há alguns meses. Ele a convenceu a acompanhá-lo ao show do Marcelo Camelo, no último dia 7, no Circo Voador. Ela:- Eu não acredito que tô vindo num show dos Los Hermanos.
Ele: - Não é dos Los Hermanos. É do Marcelo Camelo.
Ele: - Dá no mesmo.
Ele: - Nananinanão.
Ela: - Os fãs continuam sendo chatos. Eu não acredito que você era desse tipinho.
Ele: - Meu benzinho, você gosta de mim de verdade? De quem eu sou?
Ela: - Claro.
Ele: - Então você tem que agradecer ao Camelo. Posso dividir com você uma pequena teoria que tenho?
Ela: - Prossiga.
Ele: - Olha, nós fazemos parte de uma geração que foi criada pela cultura pop. Ok, nossos pais nos educaram. Mas os filmes que a gente viu, os programas de TV que a gente viu, as músicas que escutamos, os sites em que entramos, os livros que lemos nos educaram tanto quanto e, se bobear, mais. São eles que definem quem a gente virou.
Ela: - O que isso tem a ver?
Ele: - Que eu só sou assim, desse jeito que eu sou, e de que você gosta, por causa de cinco pessoas: Marcelo Camelo, Woody Allen, Charlie Kaufman, Wes Anderson e Nick Hornby. Se esses cinco caras não tivessem entrado na minha vida quando eu era pré-adolescente, formando o meu caráter, minha personalidade, eu seria uma pessoa completamente diferente de quem eu sou.
Ela: - Então quer dizer que, se você tivesse ouvido Charlie Brown Jr. durante a adolescência em vez de Los Hermanos, você seria completamente diferente?
Ele: - Não sei se completamente, mas certamente diferente. Eu teria perdido minha virgindade mais cedo, muito provavelmente.
Ela: - Isso não faz o menor sentido.
Ele: - Por que eu te amo?
Ela: - Porque eu sou flexível na cama?
Ele: - Não. Porque você assistiu a "Amelie Poulain" com 13 anos, se apaixonou pelo filme e se identificou com o personagem. Por isso, passou a cortar o cabelo de um jeito moderninho, diferente, porque você tinha a garantia de que um ícone do cinema era daquele jeito e você podia querer ser daquele jeito também. Assim você virou essa pessoa que começou a explorar cinema francês, música francesa, passou a ser descoladinha, passou a frequentar a Matriz, nos conhecemos por lá e eu me apaixonei por essa "pessoa criada pela Amelie".
Ela: - Você tá dizendo que eu não tenho personalidade?
Ele: - Claro que não, meu bem. Eu tô dizendo que se você tivesse se apaixonado por, sei lá, "Diário de uma paixão" em vez de "Amelie Poulain", você talvez não tivesse experimentado seu cabelo curto e, talvez, frequentasse a Baronneti em vez da Casa da Matriz. E talvez a gente nunca tivesse se conhecido. Se eu não gostasse de Los Hermanos e você não gostasse de "Amelie".
Ela: - Você e suas teoriazinhas...
Ele: - Você tem que admitir que faz pelo menos um pouquinho de sentido.
Marcelo Camelo entra no palco.
Ele se esquece da discussão e começa a berrar como uma menininha num show do Justin Bieber.
Ela acha fofo, sorri, e começa a gritar também pra entrar no clima.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Zero - Agora eu Sei - 1986


Nostalgia pura

a capacidade de me remeter ao passado e lembrar de minha infância aos 8 ou 9 anos...nossa

não imaginava que passar a tarde de domingo vendo Cassino do Chacrinha e Armação Ilimitada me faria ficar assim...

Época boa que não volta mais....

Imaginar que eu adorava aquela bagunça do chacrinha ao som de Heróis da Resistência, Grupo Zero, Titãs, Paralamas, Dr. Silvana, Simony e Jairzinho, Ultraje a Rigor, Léo Jaime magrinho....1986...época de ouro ao lado de meus pais e da Aline

Nossa....demais emoção!




domingo, 24 de abril de 2011

To you my family - Feliz Páscoa

You don't realize how much
I need you.
Love you all the time,
Never leave you.

Please come on back to me.
I'm lonely as can be.
I need you.

Said you had a thing or two
To tell me.
How was I to know you would
Upset me.

I didn't realize
As I looked in your eyes.
You told me.

Oh, yes, you told me
You don't want my lovin' anymore.
That's when it hurt me
And feeling like this,
I just can't go on anymore.

Please remember how I feel
About you.
I could never really live
Without you.

So, come on back and see
Just what you mean to me.
I need you.

But when you told me
You don't want my lovin' anymore.
That's when it hurt me
And feeling like this,
I just can't go on anymore.

Please remember how I feel
About you.
I could never really live
Without you.

Família

Família gostosa

Bagunça charmosa

Vida hermosa

Carinho de tão gostoso estar

Obrigado, força maior, por estar aqui num domingo preguiça

Do tipo que se faz gostoso estar em família 


Páscoa no Sentido Literal

Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pessach, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito.
A palavra Páscoa advém, exatamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egito para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário, segundo os cálculos que se indicam a seguir.
No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.
Os termos "Easter" (Ishtar) e "Ostern" (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pessach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Estremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera que era homenageada todos os anos, no mês de Eostremonat, de acordo com o Venerável Beda, historiador inglês do século VII. Porém, é importante mencionar que Ishtar é cognata de Inanna e Astarte (Mitologia Suméria e Mitologia Fenícia), ambas ligadas a fertilidade, das quais provavelmente o mito de "Ostern", e consequentemente a Páscoa (direta e indiretamente), tiveram notórias influências.

Cidadão Quem

Apenas a música, bela, só isso, nada demais...

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Auditoria de Gestão - Revista da UFRGS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E AUDITORIA DE GESTÃO: SIMILARIDADES COM O MODELO COSO

Jeisom de Melo Fajardo, Carlos Alexandre Nascimento Wanderley

Resumo


A nova metodologia de Tomada de Contas implementada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) originou, no ambiente de controle da Gestão Pública, a necessidade da avaliação ampla do desempenho das instituições, tarefa até certo ponto inédita em relação aos trabalhos de campo numa auditoria. Para isso, é muito importante, dentro do contexto da auditoria de avaliação gestão (AVG), o acesso irrestrito ao âmago da instituição a que se pretende auditar. De outra forma, o COSO – The Committee of Sponsoring Organizations – (Comite das organizações patrocinadoras) é uma organização privada, sem fins lucrativos, dedicada à melhoria dos relatórios financeiros e prevenção de fraudes nas demonstrações contábeis através da ética, efetividade dos controles internos e governança corporativa. Em decorrência da globalização e da padronização internacional das técnicas de auditoria, as recomendações do COSO, relativas ao controles internos, bem como seu cumprimento e observância, são amplamente praticadas e tidas como modelo e referência no Brasil, assim como na maioria dos países do mundo. Sendo assim, o presente estudo busca inicialmente, através de uma pesquisa bibliográfica e documental, identificar as similaridades entre os modelos de controle interno (COSO) e os trabalhos relacionados com a nova metodologia de auditoria de avaliação da gestão. Após todos os exames, conclui-se que a questão indicada foi amplamente respondida, pois existe similaridade entre os modelos COSO e os trabalhos relacionados com a AVG, especificamente no tocante à categoria desempenho e eficiências das operações. Referente a tais pontos, os trabalhos numa AVG se adéquam em relação ao modelo COSO.

Notas Estendidas com Sustenido

Uma das coisas que mais me fascina na música
É que notas estendidas
Dobradas e com algo de sustenido
Alcançam um ponto no cérebro da gente
Que nos deixa fascinados
A ponto de se envolver emocionalmente
E psiquicamente com o som
Experimentar If I Fell ou And I Love Her, dos Beatles
È descobrir o que os "caras" descobriram
A aproximadamente 50 anos atrás
Demasiadamente pitoresco!

Blog com E books divertidos e o melhor...de graça! Dá uma olhada...

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Esperança

Aos 12 anjos de Deus." Deixai vir a mim as criancinhas pois das tais é o reino de Deus. Que Deus console sempre as Famílias

Mãe - Sociedade Alternativa Nova Aeon (SANA) - tudo de bão!


domingo, 10 de abril de 2011

Ode à Minha Princesa Ray Ray

Rayane fez 9 anos, meu Pai, que isso....assustador como o tempo passa... parece que foi ontem que ue vi nascer aquela bonequinha com carinha de Jeisom e que me faz feliz, muito e cada dia mais...

A impressão que eu tenho é que encerrou-se um ciclo de vida e minha bebê daqui a pouquinho vai aparecer com seus amigos e amigas aqui em casa, dizendo que eu sou um velho ultrapassado e tirânico que rouba seus momentos fantásticos de um adolescer marcante e único...

Nada disso, amore mio, serei apenas seu amigo...

E quando precisares de alguém que lhe compreenda conte comigo sempre, pois meu amor ultrapassa ciclos e fases, meu amor por você, minha eterna princesa, é incondicional...


domingo, 3 de abril de 2011

Tempos de Paz

Mais um filme da séria série assista cinema nacional


Nem imaginava que a antropofagia da arte visual, lírica e teatral havia sido reforçada por judeus abrasileirados na taciturna década de 40....Ziembinsck, Berta Loran, Otto Maria Carpeaux...gênios que teriam sido mortos por Hitler se não fosse o sonho do país tropical



Do you like audit and internal control? Take this...

The Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO) – an organization providing thought leadership and guidance on internal controls, enterprise risk management (ERM), and fraud deterrence – is releasing two additional new thought papers relating to ERM aimed at providing guidance to help organizations advance along the ERM maturity curve.

sábado, 2 de abril de 2011

Meu amigo Dirlan

Faleceu com meu amigo Capitão da Marinha Dirlan Canal Perdigão

Um pouco da alegria juvenil de nossos dias no internato

Algo pueril e ao mesmo tempo amadurecido na porrada

No dissabor das distâncias

Com a lembrança das alvoradas sentidas

No gelo da água fria de Angra do Reis

Nas noites de prisão à luz do Pão de Açúcar em Villegagnon

Adeus irmão de armas

Que os espíritos de luz te guiem

E que a violência de seu assassinato seja apenas lembrado como exemplo do país em que vivemos...

BRAVO ZULU!

O Divino Poeta Cartola por toda minha vida Parte 01


Não sou de me envaidecer por gostar de poesia


Mas se tratando de poesia e música ele foi o maior


quarta-feira, 9 de março de 2011

Mais um ano que começa

Marcha De Quarta-Feira De Cinzas

Vinicius de Moraes

Composição: Vinicius de Moraes / Carlos Lyra
 
Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas foi o que restou
Pelas ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê
Que nem se sorri
Se beija e se abraça
E sai caminhando
Dançando e cantando cantigas de amor
E no entanto é preciso cantar
Mais que nunca é preciso cantar
É preciso cantar e alegrar a cidade
A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vão sorrir
Voltou a esperança
É o povo que dança
Contente da vida, feliz a cantar
Porque são tantas coisas azuis
E há tão grandes promessas de luz
Tanto amor para amar de que a gente nem sabe
Quem me dera viver pra ver
E brincar outros carnavais
Com a beleza dos velhos carnavais
Que marchas tão lindas
E o povo cantando seu canto de paz
Seu canto de paz

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Renato Goda canta Chico

Cool, que recital...como diria Oswald de Andrade...pura Antropofagia do melhor pedaço de Chico ....


Endless Summer 2011...O início

Ansiosidade total
As mochilas prontas desde sempre
O nervosismo tomando conta
Como será a volta?
Certo é que no rumo para o Tom Jobim
Iremos colocando muitas esperanças
Desses 10 anos de vida passados
Da saudade de nossa pequena, mas maravilhosa família!
O que mais nos espera?
O som da luz da cor do mar...

Minha pequena princesa

Ela é tão gostosa, tão macia, tão cremosa....fico muito feliz...
E basta um sorriso
Um olhar
Um dengo
A Pietra é um amoreco....seu anive foi simples e maneiro....amei...e com direito à família e tudo!!!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Filme Freak!

Totalmente bizarrooooo

Mas infinitamente um filmaço, bang bang do Clint Eastwood, bizarro o final!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Segundo o IBGE, em 2006 cerca de 100 mil crianças

ou adolescentes estavam sob a égide da prostituição infantil no Brasil...

Emocionante o retrato desse Brasil injusto

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Pet Semetary

Nada como um bom clássico do mestre Stephen King, sexta a noite



Quem curte terroir, sabe o que digo

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Aproximação

É chegado o tempo
Aproxima-se o momento
Celebrar-se-ão os dias
Quanto passou?
Diz-se que o relógio anda
Anda mais depressa a paixão
A dor
A paz
A mansidão
Dos dias que ficaram
Ou senão, aqueles que ainda hão de vir?

É chegado o momento
Celebraremos sim
A vitória suada
Os dias corroidos
Pela dor e pelo amor
Pela vida
Pela caminhada
Valerá?

Valeu, pois o poeta imortal
Disse: " - Tudo Vale a Pena..."
E assim quando mais tarde
Lembrar-se
Verá
Aproximação
Amor
Querer

Tórrido...como a ansiedade que perpassa pelos meus poros
A espera de nossos belos dias que virão
Amo-te

Ao som de uma nossa música

domingo, 2 de janeiro de 2011

Impressionamente

Outro ano...2011

De repente me vejo noutra década

Me vejo em nova era

Vejo grande fase

Grande virada

Família

Como se reinventar?

Mantendo acesa a força...

E que meu espírito esteja fortalecido

A cada dia mais

Homens não choram

Primo Filme de 2011