Patacala

Minha foto
O estudo como um todo me transformou num ser mais cult..., o quartel deu-me algum caráter, algo de austeridade, e bastante disciplina...A vida me transforma, ainda hoje, num ser mais responsável e feliz... Tenho que pôr para fora a historiografia do espaço que me cerca...por mim, por todos que me cercam, pelos alunos e pelos meus amados descendentes... Quem sou eu, afinal? Sou auditor, mestre, pesquisador, flamenguista e carioca....um tanto quanto crazy....mas impondo pitadas de juízo e seriedade, e retirando um outro tanto de rock´n roll, atesta-se experimentalmente, probabilisticamente e aprioristicamente que eu sou normal...
Reencontrar e lidar com um mundo de transliteração cerebral....passar e absorver opiniões...dialogar e transformar o abastrato em concreto...idéias...conhecimento...admiração...deve bastar até o fim dos meus dias...

Viajar é preciso....













--------------------------------------------------------------















quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Auditoria Interna

A auditoria interna contemporânea pratica atividades semelhantes em quaisquer áreas onde atua, independente do escopo, ou seja, as ações seguem o mesmo roteiro metodológico seja na área financeira, orçamentárias, patrimonial.....na China, EUA, Noruega ou Brasil.

Historicamente, os primeiros auditores foram os cavaleiros templários, que atravessavam grandes distâncias carregando riquezas de seus senhores feudais....alguns deles tinham que servir como banco e outros como auditores, conferindo e fiscalizando de modo itinerantes seus pares na Idade Média. Certificavam que os dinheiro e as riquezas eram adequados às travessias.

Quando se contrata um auditor, o que se procura é a segurança que ele promove.

Segundo o COSO, a auditoria deve trabalhar dentro da avaliação e melhoria dos processos, da gestão de riscos institucionais, dos sistemas de controle e dos aspectos de governança.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Paul Macartney For Ever

A única coisa de bom em estar em Brasília foi ver o show do Paul na TV a cabo do Hotel....nossa que emoção ver o velho Beatle arrasando


E pensar que já fazem 20 anos desde que eu e Aline juntamos nossa mesada de 1 mês para comprar o nosso primeiro vinil dos Beatles....duplo e com foto linda deles

Nenhuma outra banda conseguiu influenciar tantas gerações, como os Beatles, Uma banda amada por muitos, revolucionou o mundo da musica, os Beatles surigiram em uma epoca aonde os revolucionarios do rock estavam fora da midia, Elvis Presley estava no exército e Chuck Berry na prisão. Buddy Holly e Eddy Cochran haviam morrido


Yestarday
All my trouble since so far way....


Distrito Federal

Esse lugar é pesado
clima pesado
vista pesada
paciência pesada
bolso pesado
assuntos pesados

só minha consciência é que está tranquila
saudades de minha gata
e de babies

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Sábado, 06 de novembro de 2010

Dia sombrio...
Chuvoso...
Não era para meus pneus estarem derrapando, mas estavam vazios....precisava calibrar e só percebi isso no
meio da ponte Costa e Silva...
Desci na Brasil...já era...
O único posto de gasolina entre a descida da ponte e a minha entrada da linha amarela é aquele...
Justamente aquele...
Parei e não tinha calibrador...a resposta do único frentista foi curta e grossa...
Voltei pro carro...ferrou, vou com os pneus descalibrados até JPA...
Nada....antes disso aquela visão de dois caras estranhos, numa moto, contornando meu carro....
Estranho...
Param ao meu lado e me mostram, pelo janela da porta eu vejo....brilhando...coronha enferrujada e um cano longo...
De repente aquele cheiro de pólvora e numa fração de segundos o cano, ainda morno, na minha têmpora esquerda...
Rezo...
E ao mesmo tempo que rezo, vejo minha família, minha vida, meu passado...
Em branco-e-preto...
Escuto relógio e carteira...rápido porra...!
Retiro isso igual a Flash cruzando a 5ª Avenida...
Botão da bermuda demora....escuto vamo porra!
E aquele morno na cabeça...pressão...pólvora...suor...Deus...
Passo tudo...levarão o carro, me pergunto?...não foi a vez...
Ronco de moto...eles foram-se...
E ficou o vazio...da violência comigo...não levaram essa minha vida nem propriedade maior
Mas foram-se alguns de meus sonhos...
E ficaram os pesadelos de algumas noites, com aquele 38 me separando da outra vida...
Obrigado Senhor...